Exposição da Sociedade Bandeirante de Orquídeas no Esporte Clube Banespa



Acontece no próximo final de semana a exposição de uma das mais antigas e tradicionais sociedades orquidófilas do Estado de São Paulo. A SBO (Sociedade Bandeirante de Orquídeas) realiza nos dias 25 e 26 de outubro mais uma grande exposição no prédio do Esporte Clube Banespa, localizado na Avenida Santo Amaro, 5355 (A entrada do estacionamento fica na Rua São Sebastião).

O evento tem entrada franca e contará com a presença de expositores de diversas associações orquidófilas do Estado de São Paulo e um setor de vendas com orquidários renomados como "Orquidário Ori", "Orquídeas Rodacki", "LC Orquídeas" e "Casa do Orquidóphilo".

A novidade da exposição deste ano, marca registrada da administração da presidente da SBO, Leili Odete Campos Izumida, será a apresentação do trabalho da ilustradora botânica, Liris Fugimori com suas belíssimas ilustrações da família orquidácea e do já conhecido mini orquidário da miniaturista Edi Merez. Ambas contribuindo para o enriquecimento da exposição e unindo a arte e o amor pelo cultivo das orquídeas.

O site da SBO pode ser acessado para maiores informações, inclusive para aqueles que tenham interesse em se tornar sócios, expor suas plantas, participar das reuniões e se aprofundar no conhecimento desse fascinante universo das orquídeas. Para maiores informações acesse: http://sborquidea.wordpress.com/




Phragmipedium schilimii

Foto/ divulgação: Clube do Orquidófilo - André Merez I Phargmipedium schilimii

Os cuidados na adaptação das orquídeas

O Phragmipedium schilimii é originário da Colômbia e faz parte da seção micropetalum desse gênero. Suas flores são relativamente pequenas, medindo entre 4 e 7 centímetros, dependendo da idade da planta, já que normalmente as plantas mais velhas costumam produzir flores maiores do que as de primeira floração. Esse da imagem acima foi trazido do Orquidário Ecuagenera no Equador a menos de um ano, e, desde então, tenho o cultivado para garantir sua adaptação às minhas condições de cultivo.

Desde sua chegada em meu orquidário, minha principal preocupação, sinceramente, não foi fazer com que ele florescesse, mas sim que produzisse novos brotos e raízes fortes, já que as flores são a consequência desses dois itens. Tratei de garantir-lhe boa luminosidade, substrato bem drenado, regas constantes, fornecimento de umidade ambiente, e, principalmente, uma adubação extremamente regrada. Os primeiros dias que seguem, depois da aquisição de um novo exemplar para a coleção, normalmente são um pouco delicados, já que não se pode deixar de considerar que, vencer essa fase de adaptação, será fator determinante para o sucesso no cultivo da planta.

Não podemos deixar de lado o fato de que as plantas advindas de orquidários comerciais têm regimes de regas e adubação controlados, ou seja, as plantas quando cultivadas em grande escala, são submetidas a um ritmo regular no fornecimento de nutrição, umidade, regas e iluminação. Esse ritmo é muitas vezes mais pesado do que normalmente oferecemos em cultivo doméstico, e, se não procurarmos manter esse ritmo, pelo menos durante a fase de adaptação, as plantas regredirão tanto em sua parte vegetativa, quanto em sua floração.

Isso não quer dizer que não possamos, aos poucos, ir reduzindo esse ritmo conforme a planta for demonstrando sinais de adaptação. Na medida em que a planta começar a brotar e emitir raízes esse ritmo pode ser reduzido e adaptado àquele utilizado com as demais plantas da coleção, como no caso da adubação homeopática, sempre defendida por mim aqui no Clube em várias outras postagens.


Sobre a planta acima, tem demonstrado os sinais de adaptação emitindo novos brotos e raízes e, como não bastasse, resolveu ainda dar o “ar da graça” me presenteando com uma única e graciosa flor, certamente um “aperitivo” do prato principal que certamente será a plenitude de sua floração depois que estiver totalmente adaptada. Orquidofilia é, acima de tudo, a paciência em forma de respeito e compreensão aos diferentes estágios de desenvolvimento e adaptação das orquídeas.



LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...